Chamada de Candidaturas ao PNPD/CAPES

31/10/2016 14:02

EDITAL no 02/PPGEAS/2016
CHAMADA DE CANDIDATURAS AO PNPD/CAPES

Atendendo o estabelecido na reunião do Colegiado Delegado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Automação (PPGEAS), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), realizada no dia 17 de Outubro de 2016, a Coordenação do PPGEAS torna público a chamada de candidaturas a uma bolsa pelo Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) da CAPES, Portaria CAPES nº 86/2013.

1. A chamada tem como objetivo selecionar um bolsista de pós doutorado para atuar em uma ou mais linhas de pesquisa da Área de Concentração em Controle, Automação e Sistemas do PPGEAS.

2. O candidato deverá possuir título de doutor, quando da implementação da bolsa podendo ser: (a) brasileiro ou estrangeiro residente no Brasil portador de visto temporário, sem vínculo empregatício; (b) ser estrangeiro, residente no exterior, sem vínculo empregatício; ou (c) ser docente ou pesquisador no país com vínculo empregatício em instituições de ensino superior ou instituições públicas de pesquisa. Maiores detalhes sobre os requisitos e atribuições dos candidatos estão disponíveis no link: http://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/Portaria_86_2013_Regulamento_PNPD.pdf

3. Período de inscrição: 01 de Novembro de 2016 a 30 de Novembro de 2016.

4. Número de vagas e duração: 01 cota de 12 meses.

5. Início das atividades: entre 01 de Fevereiro e 01 de Março de 2017.

6. Documentos a serem encaminhados e que serão considerados na seleção do bolsista:
• Currículo Lattes do candidato residente no Brasil (ou, se estrangeiro, currículo com histórico de registro de patentes e/ou publicação de trabalhos científicos e tecnológicos de impacto e/ou prêmios de mérito acadêmico, conforme modelo disponibilizado pela CAPES), informando especialmente suas publicações, experiência docente e experiência em orientações;
• Plano de pesquisa, com no máximo seis páginas em formato livre, destacando a relevância do projeto para os grupos de pesquisa do PPGEAS;
• Plano de atividades de ensino, com no máximo seis páginas em formato livre, destacando
uma possível atuação na graduação e/ou pós-graduação, incluindo tópicos sobre os quais o candidato poderia ministrar aulas e co-orientar alunos de mestrado e doutorado;
• Os planos de pesquisa e ensino podem ser escrito em português ou inglês e devem preferencialmente incluir a anuência de um membro do corpo docente do PPGEAS, o qual atuará como supervisor do estágio pós-doutoral.

7. Forma de inscrição: a inscrição deve ser feita por e-mail encaminhado ao PPGEAS (ppgeas@contato.ufsc.br), colocando no campo assunto “candidatura ao PNPD/2017 – PPGEAS”, anexando o currículo, plano de pesquisa e o plano de atividades de ensino. Para os residentes no Brasil, solicita-se a inclusão do “link” para o currículo Lattes, o qual deverá estar atualizado no momento do encaminhamento. No corpo de e-mail preparar uma carta de encaminhamento explicitando a data para início das atividades.

8. O processo seletivo será conduzido por uma comissão designada pelo Coordenador do PPGEAS, composta por professores do corpo permanente. A comissão deverá observar os critérios estabelecidos na Portaria CAPES nº 86/2013 e na Resolução Normativa No 36/CUN, de 31 de outubro de 2013 da UFSC e disponível no link http://pgeas.ufsc.br/files/2013/11/PosDoc-Resolu%C3%A7%C3%A3o-Normativa-36CUn2013.pdf

9. Em até 21 (vinte um) dias após o encerramento das inscrições, a comissão deverá emitir um relatório com os resultados do processo seletivo. O relatório da comissão deverá ser encaminhado ao Colegiado Delegado para deliberação e homologação.

Florianópolis, 31 de Outubro de 2016
Prof. Daniel Ferreira Coutinho
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em
Engenharia de Automação e Sistemas

Chamada para o Mestrado e Doutorado 2017

31/10/2016 13:58

Chamada para o Mestrado e Doutorado 2017
Esta chamada tem por finalidade selecionar candidaturas de alunos para os cursos de mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Automação e Sistemas (PPGEAS) para início das atividades em março de 2017.
Público alvo:
(a) Mestrado: Engenheiros oriundos de cursos de Engenharia de Controle e Automação, Mecatrônica, Elétrica, Mecânica, Química, egressos de outras engenharias, Computação, Física, Matemática e áreas afins.
(b) Doutorado: Mestres oriundos de cursos de Pós-Graduação em Engenharia de Automação e Sistemas; Engenharia Elétrica, Mecânica, Química; egressos de outras pós-graduações em Engenharia; Computação; Física; Matemática; e áreas afins.
Linhas de Pesquisa:
(a) Controle;
(b) Automação e Sistemas Mecatrônicos;
(c) Sistemas Computacionais;
(d) Automação, Controle, Otimização e Instrumentação para Indústrias de Petróleo e Gás.
Alguns dados do PPGEAS:
– Vários dos grupos de pesquisa que atuam nestas linhas de pesquisa são considerados de excelência nacional, tendo vários projetos e cooperações com empresas e com instituições de excelência nacional e internacional.
– Conceito 5 na CAPES (máximo é 7).
– 14 dos 27 professores têm bolsa de produtividade em pesquisa do CNPq.
– O programa tem várias cooperações internacionais com possibilidade de intercâmbio.
Calendário
– Inscrições: 01/11/2016 a 30/11/2016
– Seleção dos candidatos: 01-16/12/2016
– Divulgação dos resultados: até 23/12/2016
Organização do curso de mestrado
– Em tempo integral: 20 créditos em disciplinas com duração de 2 anos.
– Em tempo parcial: para profissionais de empresas, sem direito à bolsa.
– Os temas de dissertação de mestrado são definidos até o final do primeiro semestre do curso.
– Os documentos necessários e o procedimento de inscrição estão em http://pgeas.ufsc.br/inscricao-mestrado.
Organização do curso de doutorado
– Somente em tempo integral: 36 créditos em disciplinas (revalidação de até 24 créditos do mestrado) com duração de 4 anos. É necessário um projeto de tese de doutorado elaborado em concordância com um docente do PPGEAS.
– Os documentos necessários e o procedimento de inscrição estão em http://pgeas.ufsc.br/inscricao-doutorado.
Seleção:
A seleção dos candidatos é realizada por uma comissão de professores e o processo de classificação é resultado da análise da documentação de inscrição do candidato (curriculum vitae, histórico escolar, nota ENADE do curso de graduação, afinidade do curso de graduação com as linhas de pesquisa do PPGEAS, cartas de referência e projeto de tese para candidatos ao doutorado).
Bolsas:
O PPGEAS dispõe de bolsas de mestrado e de doutorado financiadas por organismos governamentais e por projetos de pesquisa com empresas. Parte dessas bolsas é alocada no início do curso aos candidatos mais bem classificados no processo seletivo. As demais bolsas são alocadas aos alunos com desempenho acadêmico satisfatório, à medida que quotas adicionais sejam disponibilizadas, pela defesa de dissertações e teses, ou por novos projetos.
Recomenda-se que candidatos estrangeiros solicitem bolsa PEC-PG da CAPES ou CNPq.
Número de vagas:
(a) Mestrado: 30 vagas, mas nem todos os alunos aceitos terão garantia de bolsa. O PGEAS reserva-se o direito de selecionar um número de alunos inferior ao número de vagas ofertados.
(b) Doutorado: não existe um limite pré-especificado para o número de vagas para doutoramento, mas ele será limitado a capacidade de orientação do corpo docente.

Resultado – Seleção de Candidaturas ao PDSE/2016

30/09/2016 08:12

Retificação do Resultado – Seleção de Candidaturas ao PDSE/2016

 

A Comissão formada pelo Prof. Rômulo Silva de Oliveira (representante do programa), Stephanie Loi Brião (representante discente) e o Prof. Luiz Affonso Guedes (UFRN, representante externo) selecionou os seguintes alunos para a cota de bolsa de 12 meses do PPGEAS:

– Eduardo Rauh Müller, 6 meses, com previsão para início em Março/2017;

– Caio Merlini Giuliani, 6 meses, com previsão para início em Setembro/2017.

 

Coordenação do PPGEAS.

Curso “Performance of Hydrocarbon Production Systems”

13/09/2016 06:47

O Departamento de Automação e Sistemas estará recebendo a visita do Prof. Milan Stanko, professor do Departamento de Engenharia de Petróleo e Geofísica da NTNU (Universidade de Ciência e Tecnologia da Noruega). Durante os dias 26 e 28, será oferecido um curso em Performance of Hydrocarbon Production Systems”. O curso vai ser realizado nas seguintes datas e horários:

  • 26/09 (segunda-feira), das 08h às 12h
  • 27/09 (terça-feira), das 08h às 12h
  • 28/09 (quarta-feira), das 14h às 18h

Local: Anfiteatro A — Eng. de Produção

Anexado segue um anúncio do curso e também um plano de aulas. Inscrições podem ser realizadas no site:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScC8hTQm8Y-_TsWJdq5xH1ivK5dJ3lDcbXOriQNfcPeumh0xw/viewform?c=0&w=1

Em caso de problemas na inscrição, favor contatar os Doutorandos:

Aos estudantes de pós-graduação e graduação que desejam realizar a disciplina regularmente, favor enviar um e-mail em paralelo com os e-mails dos doutorandos para ppgeas@contato.ufsc.br com o título Matrícula no Curso “Perfomance of Hydrocarbon Production Systems”. O curso vai corresponder a um crédito.

Chamada de Candidaturas ao Edital 19/2016 – PDSE/CAPES

24/08/2016 13:25

CHAMADA DE CANDIDATURAS AO EDITAL 19/2016 – PDSE/CAPES

 

Esta chamada do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Automação e Sistemas – PGEAS (Conceito 5 na última avaliação da CAPES) tem por finalidade selecionar candidaturas de alunos de doutorado do PGEAS para o Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE – Edital 19/2016/CAPES) sendo o início dos estudos no exterior no período de Março a Outubro/2017.

Os requisitos e atribuições do candidato estão em conformidade com o item 4.1 do EDITAL Nº 19 DO PROGRAMA DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR. Basicamente, o candidato deverá, obrigatoriamente, preencher os seguintes requisitos:

  • Apresentar candidatura individual através de um plano de pesquisa;
  • Não acumular a bolsa de doutorado sanduíche no exterior com outras bolsas no Brasil provenientes de recursos da Capes e/ou de outras agências de fomento que utilizem recursos do Tesouro Nacional;
  • Não ter sido contemplado com bolsa de Doutorado Sanduíche no Exterior neste ou em outro curso de doutorado realizado anteriormente;
  • Não ultrapassar período total do doutorado, de acordo com o prazo regulamentar do curso para defesa da tese;
  • Ter integralizado um número de créditos referentes ao programa de doutorado no Brasil que seja compatível com a perspectiva de conclusão do curso, em tempo hábil, após a realização do estágio no exterior; e
  • Ter obtido aprovação no exame de qualificação ou estar regularmente matriculado e ter cursado, no mínimo, 12 meses do programa, no momento da inscrição.

O modelo de plano de pesquisa é livre, mas não deverá ultrapassar 20 páginas contendo título, justificativa, objetivos, metodologia, cronograma organizado por mês das atividades a serem realizadas no exterior e referências bibliográficas. Além disso, o professor orientador do PGEAS deverá anexar ao plano de pesquisa demonstração de interação e relacionamento técnico-científico com o co-orientador no exterior para o desenvolvimento das atividades inerentes ao estágio do doutorando. O orientador do aluno deverá também firmar Termo de Aprovação e Responsabilidade pelo acompanhamento do doutorando durante a realização das atividades propostas para o estágio no exterior (modelo disponível na página eletrônica da Capes/PDSE).

A seleção interna das candidaturas será feita por uma Comissão especialmente designada para esta finalidade sendo composta por três membros: (i) o Coordenador do Programa; (ii) um representante discente dos pós-graduandos (doutorando);  e (iii)  um avaliador externo ao programa de pós-graduação. Os critérios para a avaliação serão:

  • Do Candidato:  histórico Mestrado/Doutorado e Produção Cientifica;
  • Do Projeto: qualidade e clareza do projeto; consistência do plano com a duração do estágio; e consistência do tema com a área de atuação do supervisor estrangeiro;
  • Currículo do Supervisor no exterior;
  • Do Orientador: número de orientados atualmente com bolsa sanduíche (a ser usado em caso de empate na avaliação, dando prioridade ao candidato cujo orientador tenha menos orientados em estágio).

A duração e quantidade de bolsas seguem as diretrizes do Edital No. 19/2016/CAPES na qual:

  • O programa de doutorado terá uma (01) cota para o ano de 2017 de doze meses, o que equivale a 12 mensalidades;
  • A critério da comissão de seleção, considerando o mérito e a duração das propostas apresentadas, poderá ser concedido 2 (duas) cotas de seis meses.

Existe ainda a possibilidade da concessão de uma cota adicional ao PGEAS, mas isto dependerá de uma solicitação formal da UFSC encaminhada para a Capes a ser avaliada.

O calendário para inscrições dos alunos de doutorado do PGEAS ao PDSE/2016 seguirá as seguintes datas:

  • Inscrição (por e-mail para ppgeas@contato.ufsc.br, Assunto “inscricao para PDSE/2016”, Anexos – plano de pesquisa; termo de aprovação e responsabilidade assinado pelo orientador no PGEAS; e currículo do supervisor no exterior):   de 24/08/2016 até 16/09/2016;
  • Definição dos membros da comissão de avaliação (representante externo e discente) levando em consideração as inscrições recebidas: de 19/09/2016 a 20/09/2016;
  •  Avaliação das candidaturas pela comissão: de 21/09/2016 até 29/09/2016;
  • Divulgação dos resultados e encaminhamento das informações a PROPG/UFSC: 30/09/2016.

 

 

Prof. Daniel Ferreira Coutinho

Coordenador do Programa de Pós-Graduação em

Engenharia de Automação e Sistemas

Projeto UFSCKITE é pioneiro na exploração dos ventos usando aerofólios cabeados

17/08/2016 11:36

Projeto UFSCKITE é pioneiro na exploração dos ventos usando aerofólios cabeados

 

O Projeto UFSCKITE é pioneiro na América Latina na exploração dos ventos usando aerofólios cabeados. Simplificadamente a ideia é substituir a torre de um aerogerador clássico por um cabo, e suas pás por uma pipa (similar a um parapente), reduzindo assim drasticamente os custos de materiais, transporte e instalação das unidades geradoras e além disso, possibilitando a exploração da energia eólica em altitudes mais elevadas, onde os ventos são mais fortes e mais frequentes. Em uma das configurações mais simples, a pipa é presa a um cabo que é enrolado num tambor conectado a um gerador. À medida que a pipa se afasta com a força do vento o desenrolamento do cabo faz o tambor girar, gerando energia no solo. Ao se atingir o comprimento máximo desejado do cabo, a pipa é recolhida até que o comprimento inicial do cabo seja atingido, e nesse momento se retoma a geração de energia. Durante a fase de geração a pipa executa uma trajetória do tipo “oito deitado” em alta velocidade para aumentar a força de tração no cabo e consequentemente aumentar a potência gerada. Na fase de recolhimento, a pipa assume uma configuração que oferece pouca resistência, gastando-se assim uma pequena parte da energia gerada na fase anterior.

 

O projeto UFSCKITE foi dividido em três fases de desenvolvimento. Na primeira fase o protótipo foi construído com o intuito de se testar a instrumentação e processamento embarcados e as estratégias de controle de voo. Nessa etapa o cabo de tração, que liga a pipa ao solo, é mantido a um comprimento constante, e portanto não se gera energia elétrica. Esta fase está praticamente terminada e o último ensaio de campo realizado está no vídeo https://www.youtube.com/watch?v=YxszJJvihfM.

Na segunda fase, o protótipo permitirá testar os controles da maquina elétrica e a eficiência do sistema de geração de energia. Os testes com o protótipo dessa fase se iniciam em setembro/2016. Como a unidade de controle embarcada é alimentada por uma bateria, que tem autonomia limitada, na terceira fase do projeto essa unidade vai receber uma pequena turbina geradora para carregar a bateria. Essa última fase do projeto se inicia em meados de 2017 com a operação em 24h do protótipo.

 

Para mais detalhes do projeto veja o site http://trofino.das.ufsc.br/pesquisa/ufsckite.

 

 

 

Resultado do Processo Seletivo para o Mestrado 2016 (agosto)

01/08/2016 13:02

Lista de alunos selecionados para ingresso no curso de Mestrado/2016-2

Todos os candidatos receberão e-mail com o resultado e maiores informações.

 

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE AUTOMAÇÃO E SISTEMAS (PPGEAS)

 

TIAGO DE ARAÚJO ELIAS

FELIPPE SCHMOELLER DA ROZA

EDUARDO FELIPE EWERT BONET

MARTIN VICENT BLOEDORN

GUSTAVO SENA MAFRA

MURILO FERREIRA VITOR

RODRIGO DA SILVA GESSER

GUILHERMO KEIJI SAITO

HIAGO ANTONIO SIRINO DANGUI

MATHEUS VÍTOR DE ANDRADE PEDROSA

RENAN ARTUR LOPES ECCEL

JOSÉ MAURÍCIO SILVESTRE

Prêmio CAPES de teses

05/07/2016 11:34

Prezada Comunidade do PGEAS,

Estão abertas as inscrições para o prêmio CAPES de teses para as teses defendidas em 2015.

As teses para concorrerem ao prêmio Capes devem, necessária e obrigatoriamente, atender aos seguintes critérios de elegibilidade:

I – estar disponível na Plataforma Sucupira da CAPES;

II – ter sido defendida em 2015;

III – ter sido defendida no Brasil, mesmo em casos de cotutela ou outras formas de dupla diplomação.

Os critérios de premiação deverão considerar: a originalidade do trabalho, relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social, de inovação, e valor agregado pelo sistema Educacional ao candidato.

A seleção dos candidatos egressos do PGEAS e que concorrerão ao prêmio CAPES de teses será feito por uma comissão de professores do PGEAS. O período de inscrição será entre os dias 05 a 12/07/2013 e deverá ser realizada através de email para o endereço:

ppgeas@contato.ufsc.br

No campo assunto do email deverá constar “inscrição para o premio CAPES de teses 2016” e no corpo do email o candidato deverá justificar a inscrição com base nos critérios de originalidade e na relevância científica, tecnológica e de inovação.

O resultado da seleção será divulgado no dia 19/07 e a inscrição da candidatura selecionada será feita pelo programa de pós-graduação.

 

Prof. Daniel Coutinho

Coordenador do PGEAS/UFSC

Temas de Mestrado para a turma de 2016

27/06/2016 12:17

Os temas para dissertação propostos aos alunos de mestrado que ingressaram em 2016 estão listados abaixo.

Cada aluno deve enviar um email para ppgeas@contato.ufsc.br com primeira e segunda opções até o dia 29/jul/2016. Pode indicar duas primeiras opções, se for o caso.

Os alunos são encorajados a procurarem os professores para conversar sobre temas de mestrado, tanto os que propuseram como os que (ainda) não propuseram tema.

A alocação definitiva será anunciada até o dia 05/agosto/2016.

 

Professor Título Proposta
Alexandre Trofino Técnicas de Rastreamento de Máxima Potência para Aerogeradores de Pequeno Porte  Tema-MS2016-Prof. Trofino
Carlos Barros Montez Técnicas de Escalonamento de Sono em Redes de Sensores Sem Fio com Algoritmo de State of Charge Embarcado em Nodos Arduino  TemaI-MS2016-Prof. Montez
  Avaliação de Técnicas de Formação de Árvores de Clusters em Redes de Sensores Sem Fio de Larga Escala TemaII-MS2016-Prof. Montez
Daniel Juan Pagano Modelagem e Controle de Sistemas Distribuídos de Geração Fotovoltaica com Sistemas de Armazenamento de Energia  Tema-MS2016-Prof. Daniel Pagano
Eduardo Camponogara Controle Preditivo Satisfatório Prático: Algoritmos e Aplicações  Tema-MS2016-Prof. Eduardo
Ivo Barbi Controlador de Carga para Sistema Fotovoltaico Residencial  TemaI-MS2016-Prof. Ivo Barbi
  Técnicas de Filtragem Ativa da Componente Alternada da Potência nos Inversores Monofásicos Empregados em Sistemas Fotovoltaicos  TemaII-MS2016-Prof. Ivo Barbi
  Sistema de Armazenamento de Energia para uso Residencial TemaIII-MS2016-Prof. Ivo Barbi
  Inversores 12Vcc/220Vca de Baixo Custo e Alta Confiabilidade para Sistemas Fotovoltaicos Residenciais Isolados TemaIV-MS2016-Prof. Ivo Barbi
Jomi Fred Hübner Teste em Sistemas Multiagentes  TemaI-MS2016-Prof. Jomi
  Times de Agentes Autônomos e Veículos Aereos Não-Tripulados  TemaII-MS2016-Prof. Jomi
  Instituições Artificiais para Transações de Ativos em Sistemas Multiagente  TemaIII-MS2016-Prof. Jomi
José Eduardo Ribeiro Cury Modelagem, Análise e Controle de Redes Biológicas Celulares Contactar o professor
Julio Elias Normey-Rico Controle Preditivo: Formulações e Técnicas para Implementação em Sistemas Embarcados  Tema-MS2016-Prof. Julio
Marcelo Ricardo Stemmer Desenvolvimento de um Sistemas de Rastreamento de Objetos (object tracking) em Cenas de Vídeo  TemaI-MS2016-Prof. Stemmer
  Desenvolvimento de Técnicas de SLAM (Simultaneous Location and Mapping) para Navegação de Robôs Móveis com Sistemas de Visão  TemaII-MS2016-Prof. Stemmer
  Desenvolvimento de um Sistema para Identificação de Placas de Veículos usando Técnicas de Processamento de Imagens TemaIII-MS2016-Prof. Stemmer
  Desenvolvimento de um Sistema Biométrico por Análise de Marcha em Cenas de Vídeo  TemaIV-MS2016-Prof. Stemmer
Max Hering de Queiroz Síntese e Implementação de Controle Supervisório para Sistemas de Controle e Automação na Indústria de Petróleo e Gás  Tema-MS2016-Prof. Max
Aplicação de Métodos de Verificação Formal ao Projeto de Programas de CLP na Indústria de Petróleo e Gás  TemaII-MS2016-Prof. Max
Ricardo Moraes Proposta e Avaliação de Algoritmos de Roteamento para Redes de Sensores Sem Fio (RSSF)  Tema-MS2016-Prof. Ricardo Moraes
Ricardo José Rabelo Alinhamento do PMBOK com outro Modelos de Gerenciamento de Projetos para projetos SOA (Service Oriented Architecture)  TemaI-MS2016-Prof. Rabelo
  Abordagens de Integração para Arquiteturas Abertas e Complexas Orientadas a Serviços  TemaII-MS2016-Prof. Rabelo
  Um Modelo de Maturidade de Inovação Colaborativa entre Provedores de Serviços de Software & SOA  TemaIII-MS2016-Prof. Rabelo
Rômulo Silva de Oliveira Um Framework em Java de Tempo Real para a Construção de Aplicações Baseadas nos Conceitos da Norma IEC 61850 TemaI-MS2016-Prof. Rômulo
  Emprego de Linux Perf no Monitoramento da Execução de Aplicações  TemaII-MS2016-Prof. Rômulo
Rodrigo Castelan Carlson Controle de Interseções e Rotatórias Operadas com Veículos Automatizados Tema-MS2016-Prof. Rodrigo Carlson
Ubirajara Franco Moreno Controle de Sistemas NCS  Tema-MS2016-Prof. Ubirajara
Werner Kraus Jr. Controle Operacional em Tempo Real para Transporte Coletivo Urbano Tema-MS2016-Prof. Werner